Notícias


Em tempos de Covid-19, tire suas principais dúvidas aqui


Publicado em: 5 de maio de 2020

Buscando atender as demandas e orientar as/os psicólogas/os sobre o exercício da profissão no contexto da pandemia, tal como as dúvidas sobre as atividades acadêmicas diante do isolamento social, o CRP SP apresenta abaixo algumas das principais recomendações e regulamentações:

 

  1. Ensino de testes psicológicos no contexto de graduação em Psicologia - possibilidade de disponibilização de vídeos e outros arquivos digitais que apresentam instrumentos privativos
  2. Estágios em psicologia: atendimentos podem ser realizados por meio tecnológico a distância neste momento?
  3. Quais as recomendações do CRP SP para a atuação das/os psicólogas/os diante da COVID-19?
  4. Quais as recomendações do CRP SP para atuação de psicólogas/os no âmbito da Saúde e da Assistência Social?
  5. O serviço no qual trabalho está solicitando que eu faça triagem de pessoas com suspeita de COVID-19. Posso fazer isso?
  6. Trabalho no SUS ou no SUAS e estou com poucos recursos para adequar minha prática no contexto da pandemia. Há alguma recomendação para minha atuação?
  7. A operadora de saúde não permite a realização dos atendimentos psicológicos de forma online. Como fazer?
  8. Quais as orientações a respeito do atendimento presencial em clínicas de Psicologia durante a vigência de decretos municipais e estaduais de quarentena?
  9. Quais as recomendações para psicólogas/os que atuam em Serviços de Atenção em Regime Residencial de caráter transitório e/ou clínicas e outras instituições de atendimento às pessoas em situação de uso de substâncias psicoativas – álcool e outras drogas e que realizam serviços de acolhimento, internação e similares?
  10. Avaliação Psicológica para o Trânsito
  11. Avaliação Psicológica para porte de armas
  12. Instrumentos Psicológicos de Aplicação a Distância
  13. Atendimento a distância: cadastre-se no E-Psi
  14. Atendimento Emergencial Voluntário
  15. Atendimento à distância: casos vedados e inadequados
  16. Problemas com o E-Psi
  17. Atuação da/o psicóloga/o no Poder Judiciário diante do contexto do isolamento social: o desafio de garantir  a qualidade técnica e ética
  18. Quais são as orientações para a atuação de psicólogas/os hospitalares no contexto da pandemia?
  19. Quais as orientações às/aos psicólogas/os com relação à atuação no atendimento a mulheres em situação de violência durante a pandemia de Covid-19?

 

Ressaltamos a importância de que a/o psicóloga/o esteja atenta/o à publicação de recomendações e regulamentações em nosso site, dada a rapidez com que, em virtude do avanço da pandemia e do surgimento quase cotidiano de demandas, têm sido necessárias novas decisões e posicionamentos. Lembramos, ainda, que todas/os nós estamos seguindo as orientações e regulamentações da Organização Mundial de Saúde (OMS), devendo toda ação, de todas/os as/os psicólogas/os, estarem coordenadas e articuladas com os Planos de Contingência e as recomendações das gestões municipais e estaduais.

Os princípios que embasam o Código de Ética Profissional da/o Psicóloga/o devem estar sempre presentes diante da reflexão e decisões sobre os dilemas, limites e possibilidades do fazer psicológico.

Para mais notícias, acompanhe nossas redes sociais. Restando dúvidas sobre o exercício profissional, o CRP SP poderá te orientar por e-mail.


Termos relevantes
direitos humanos